Defesa prevê orçamento de R$ 200 milhões para segurança dos Jogos Olímpicos

Segundo ministro Jaques Wagner, outros R$ 106 milhões serão aplicados em ações na área de Defesa no próximo ano

Na ocasião, o ministro explicou que, ao todo, o evento esportivo recebeu aporte do governo federal para área de Defesa de pouco mais de R$ 580 milhões. Desse total, serão utilizados, neste ano, os R$ 200 milhões e R$ 106 milhões ficarão para serem aplicados em 2016. O restante já foi aportado em obras, treinamentos, aquisição de equipamentos, entre outros.

Reforço contra ameaças

Um dos objetivos almejados para os Jogos no setor de Defesa é o estabelecimento de um Centro Nacional Integrado, com a finalidade de dissuadir eventuais ameaças. Também está em andamento a unificação do software de comando e controle e o uso de novas ferramentas seguras de troca de mensagens e conferência entre os órgãos envolvidos.

De acordo com Wagner, o Brasil “vem acumulando expertise na área de organização de grandes eventos”. Cerca de 37 mil militares vão atuar nas seis cidades-sede das competições olímpicas. “Na Copa tivemos mais pessoal envolvido porque os jogos aconteceram em 12 lugares diferentes”, diferenciou o ministro.

Projetos estratégicos

Os principais programas em curso pelas Forças Armadas foram apresentados, também, pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner, durante a audiência no Senado. Ele explicou que o fato do Brasil ser uma nação pacífica, gera perguntas acerca de qual a necessidade de ter um submarino de propulsão nuclear ou um caça.

“Eu insisto em repetir de que não se trata de estarmos nos preparando para a guerra, mas para a paz. É um conceito de dissuasão. Não podemos desguarnecer”, afirmou o ministro.

Outra ação em desenvolvimento lembrada pelo ministro foi o Amazônia Conectada. O objetivo é trazer infovia de mais de sete mil quilômetros de fibra ótica submersa nos rios da Bacia Amazônica. “Eu e a presidenta Dilma vamos inaugurar, em Manaus (AM), na próxima segunda-feira (25), os primeiros 11 quilômetros de fibra lançados no fundo do Rio Negro”, anunciou.

Fonte:

Confira também

COVID-19 tira otimismo dos brasileiros para 2021

O ano só está começando, mas os brasileiros não parecem muito otimistas segundo a pesquisa …