Correspondências deixadas sob sol e chuva revoltam morador de bairro da Capital

 

Um morador da Rua México, no Jardim América, em Campo Grande, está indignado com a conduta dos carteiros na região. Segundo o motorista, que preferiu ser identificado apenas por João, esses profissionais dos Correios colocam suas correspondências para fora da caixa coletora, deixando-as debaixo de chuva e, ainda, suscetíveis a furtos e extravios de papéis.

Para reclamar desta situação, o motorista afirma que já enviou um ofício a administração regional dos Correios, em Campo Grande. Tal documento foi prontamente respondido com a promessa de orientar os carteiros de seu bairro, todavia, na prática, nunca houve melhora do serviço prestado.

O motorista ressalta não haver uma justificativa plausível para essa conduta, uma vez que a caixa coletora de sua residência é capaz de armazenar grandes volumes. “Em minha caixa cabem, inclusive, revistas. Não consigo entender o motivo pelo qual os carteiros do meu bairro deixam tudo para fora. Só pode ser preguiça”, reclama.

Neste sentido, a dona de casa, Amália dos Santos, de 53 anos, que também mora no Jardim América, afirma que já ‘perdeu’ correspondências. “Já tive cartas destruídas pela chuva e também já tive que pedir segunda via de contas. Acredito que seja por conta disso”, reforça.

Outro lado

Em contrapartida, a administração dos Correios de Campo Grande informou que vai reorientar o colaborador que faz as entregas na região, visto que houve troca de profissional encarregado pelo endereço mencionado.

Os Correios frisam que esses profissionais são, freqüentemente, orientados quanto à correta utilização da caixa de correspondências, sendo isso a prática de praxe dos mesmos.

Para qualquer reclamação, os Correios disponibilizam o telefone 0800.725.0100.

Confira também

Procon: pesquisa do Dia de Finados mostra diferença de até 500% no preço dos produtos

Pesquisa do Dia de Finados realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) …