Brincadeira de criança: com tecnologia muitas não sabem mais como brincar

Mais de mil crianças devem passar pelo evento neste ano

 

Quem nunca na infância não apostou corrida dentro de um saco de estopa? Ou brincou de pé de lata, bete, são tantas brincadeiras que muitas crianças que vivem no mundo da tecnologia desconhecem o mundo mágico infantil.

E para não perder a magia é que acontece todos os anos, no fim de maio, mais precisamente, no dia 30, que é considerado o Dia Mundial das Brincadeiras, a ‘edição me deixa brincar’, que já está na sua 5° edição.

“As crianças estão sendo alfabetizadas mais cedo, e isto, tem tirado delas a infância. Criança precisa brincar”, fala a coordenadora da Aliança pela Infância, núcleo de Campo Grande/MS, Ângela Maria Costa.

Na edição “Me deixa Brincar”, os pequenos esquecem de  videogames, celulares, tabletes e voltam a se divertir como ‘antigamente’, com pula corda, vai e vem, corrida, pinturas faciais. Um momento em que até os adultos voltam à infância. “Acho importante ações deste tipo por que com a correria do dia a dia, os pais acabam não tendo tempo para brincar”, fala Rosélia Lopes, 40 anos que levou a sobrinha Anna Beatriz, de 7 anos para brincar.

“Eu gosto de brincar de boneca e andar de bicicleta”, diz a pequena. Felipe Pedreira, de 7 anos, também se divertiu com brincadeiras simples, mas que arrancou sorrisos fáceis da mãe coruja e do menino, que nunca tinha ido ao Horto Florestal.

“Ele prefere o videogame, fica mais tempo em casa. E por causa da violência tenho medo de deixá-lo brincar na rua”, afirma a mãe Ágata Pedreira, de 27 anos, que ainda ressalta achar importante que a criança tenha tempo para brincar e não perder a infância.

A fotógrafa ainda explica que a vida corrida acaba atrapalhando momentos como este, já que não sobra muito tempo para as brincadeiras. “Quando estamos em casa queremos mais descansar por causa do cansaço do dia, e quando saímos acabamos indo a shopping que acaba sendo mais cômodo”, afirma.

Em 2014 passaram pela 4° edição “Me Deixa Brincar” em torno de mil crianças e neste ano não deve ser diferente, explica a coordenadora do evento, Ângela Maria.

 

Fonte: Midiamax

 

Confira também

Sabesp escoa 60 bilhões de litros de água dos sistemas Guarapiranga e Billings

A volta das chuvas fez a Empresa Metropolitana de Água e Energia (Emae) e a …