Brasil encerra participação com quatro medalhas e feitos inéditos no Aberto da Espanha de Tênis de Mesa Juvenil

A seleção brasileira encerrou neste domingo (10.05) sua participação no Aberto da Espanha, etapa do Circuito Mundial juvenil realizada em Platja d’Aro, com mais duas medalhas, ambas no infantil. Rafael Torino (89º colocado no ranking sub-15) levou a prata nas duplas masculinas, ao lado do austríaco Maciej Kolodziejczyk (43º), enquanto Bruna Takahashi (7ª) foi bronze no individual feminino.

Com os pódios deste domingo, a seleção brasileira chegou a quatro medalhas na competição. Antes, Bruna já havia levado o bronze individual e a prata por equipes, ao lado de Leticia Nakada (37ª) e da portuguesa Patricia Maciel (107ª), ambos no juvenil.

Na estreia das duplas masculinas, pelas oitavas de final, Rafael e Kolodziejczyk venceram o irlandês Owen Cathcart e o belga David Comeliau (120º) em sets diretos, parciais de 12/10, 11/9 e 11/6. Nas quartas, mais uma vitória por 3 a 0 (11/9, 117 e 11/6), sobre os húngaros Oliver Both (113º) e Csaba Andras (88º).

Rafael e Kolodziejczyk não começaram bem a semifinal, diante dos alemães Tom Eise (29º) e Fanbo Meng (47º), saindo perdendo por 2 a 0. No entanto, demonstraram força para reagir e virar a partida para 3 a 2: 7/11, 10/12, 11/9, 11/8 e 11/8.

Na decisão, tiveram pela frente os russos Artem Dvoynikov (22º)/Lev Katsman (70º). Apesar da luta, Rafael e Kolodziejczyk acabaram superados por 3 a 1, parciais de 11/2, 3/11, 11/4 e 11/8.

Segunda cabeça de chave da competição, Bruna estreou diretamente nas oitavas de final, em que derrotou a suíça Camille-Chloe Linke (35ª) por 3 a 1 (11/7, 9/11, 11/4 e 14/12). Na sequência, bateu a russa Elina Rub (18ª) também por 3 a 1 (8/11, 12/10, 12/10 e 11/9), garantindo ao menos o bronze.

Na semi, a brasileira saiu na frente da taiwanesa Tsai Yu-Chin, mas foi derrotada, de virada, por 3 a 1 (12/14, 11/5, 11/6 e 11/8).

Na temporada, a mesatenista de 14 anos subiu ao pódio mais cinco vezes. No Aberto da República Tcheca, levou o ouro individual infantil. Na semana seguinte, na Suécia, ficou com o bronze individual juvenil. Seu auge, no entanto, ainda estava por vir.

Bruna conquistou tudo o que disputou na etapa do Paraguai: juvenil por equipes e individual tanto no infantil quanto no juvenil.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Confira também

Análise: São Paulo volta a jogar no limite e revive momentos da pior fase na temporada

Quando o São Paulo viveu seu pior momento na temporada, com pressão devido às eliminações precoces no …