Tucanos consideram vergonhoso o prejuízo bilionário da Petrobras por corrupção

Deputados do PSDB consideraram vergonhosas as perdas calculadas pela Petrobras com a corrupção. Segundo o balanço auditado de 2014, divulgado na quarta-feira (22), a companhia teve prejuízo de quase R$ 22 bilhões em 2014, sendo que R$ 6,2 bilhões foram por causa das irregularidades desvendadas pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Na avaliação do 1º vice-presidente da CPI da Petrobras, deputado Antonio Imbassahy (BA), o balanço mostrou o peso da corrupção na maior empresa do país durante os governos petistas. “Nada menos que R$ 6,2 bilhões foram pelo ralo por conta dos desvios e propinas decorrentes da organização criminosa instalada na Petrobras nos governos Lula e Dilma. Esse é o número oficial, portanto, pode ser maior”, condenou.

Imbassahy julga ser imprescindível a continuação dos trabalhos da Operação Lava Jato “cobrando na Justiça a penalização dos bandidos e buscar o ressarcimento possível.”

Ao comentar o balanço, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, fez um pedido de desculpas em nome dos funcionários da companhia pelo escândalo de corrupção e disse estar com “vergonha por tudo”. Na avaliação do deputado Jutahy Junior (BA), a situação envergonha o país. “Uma vergonha para o Brasil. Este é o legado dos governos do PT, da Dilma e do Lula”, criticou.

Para o deputado Marco Tebaldi (SC), “essa é a incompetência do PT, destruindo nossa maior empresa.” Levantamento da Economatica mostra que, desde 1986, a Petrobras só registrou prejuízo nos anos de 1991 e 2014. O prejuízo no ano de 1991, ajustado pela inflação, foi de R$ 1,16 bilhões. Ou seja, o prejuízo atual é, de longe, o maior em quase três décadas. “Alguém ainda duvida do mal que o PT está fazendo à Petrobras?”

Para o deputado Rogério Marinho (RN), o balanço apresentado pela empresa confirma “o que todos os brasileiros já sabiam” após a sequência de denúncias que foram publicadas na imprensa: o PT, partido da presidente Dilma Rousseff, estava saqueando a maior empresa do Brasil.

“Agora é oficial, o PT roubou a Petrobras. E quem confirma isso é o próprio balanço da estatal. Esta crise que o país atravessa só serviu mesmo para desmistificar duas falsas afirmações feitas pelos petistas. Uma que Dilma era uma gerente, quando ela não sabe administrar coisa nenhuma. A segunda, que a presidente entendia de energia. Hoje sabemos que foi tudo mentira do PT”, disse o parlamentar.

Confira também

Simone é a primeira mulher a concorrer à presidência do Senado

O MDB confirmou a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) à presidência do Senado nesta terça-feira (12). A eleição …