Santos retoma equipe de futebol feminino com vitória sobre a Portuguesa

No dia em que comemorou o seu 103º aniversário, o Santos presenteou o futebol feminino com a volta da equipe que ficou conhecida como “Sereias da Vila”. O time formado há duas semanas fez sua estreia nesta terça-feira (14.04) em amistoso contra a Portuguesa de Desportos no estádio da Vila Belmiro. A festa ficou maior com a vitória por 1 x 0. O gol foi anotado pela atacante Fernanda Tipa aos 11 minutos do segundo tempo.

O retorno da equipe, que havia encerrado as atividades em 2011, após conquistas marcantes como os bicampeonatos da Taça Libertadores da América (2009 e 2010) e da Copa do Brasil (2008 e 2009), foi comemorado pelas jogadoras, comissão técnica, torcida e amantes do futebol feminino em geral.

“Eu tinha uma trajetória no Santos. Fiquei aqui de 2007 a 2011. A gente ficou triste quando terminou o time após cinco anos de trabalho. A gente se dividiu, cada uma foi para um lugar, mas hoje temos a felicidade de ter o futebol feminino de volta e ficamos lisonjeadas com tudo que o Santos tem feito por nós. Buscaremos fazer sempre o melhor em campo”, celebrou a zagueira Auinã Moraes, ou Índia, como é mais conhecida.

A importância deste retorno pôde ser vista antes mesmo de a bola rolar, quando a emoção tomou conta da volante Maria Alues. “Eu estava muito emocionada. É a primeira vez com a camisa do Santos. É uma honra defender esse manto. Já tinha trabalhado com o Modesto (Roma Jr, presidente do Santos) e esse era um sonho dele. Agora, como presidente, ele pôde realizar esse projeto. Para a gente e para o futebol é muito bom”.

O treinador Caio Couto ressaltou a estrutura oferecida às jogadoras, que contam com Centro de Treinamento, departamento de fisioterapia e fisiologia e academia. “É de fundamental importância para os profissionais e para a modalidade, porque o Santos privilegia o futebol feminino, dá toda a estrutura necessária para fazermos o melhor trabalho possível. Tudo que uma equipe de futebol de alto nível precisa”.

A iniciativa foi elogiada até pelas adversárias de hoje, como a zagueira Camilinha. “É muito importante ter o apoio dos clubes. O futebol feminino precisa disso e a gente tem muita vontade de crescer e mostrar nosso talento dentro de campo”.

Confira também

Vasco apresenta balanço financeiro e anuncia dívida superior a R$ 800 milhões

Em evento inédito no clube, o Vasco realizou uma coletiva – em forma on-line – …