Preso em MS suspeito de extorsão e exploração sexual de adolescentes

Comerciante estaria envolvido no esquema que gravava políticos.
Ele foi encontrado pela polícia na casa da mãe, em Campo Grande.

Do G1 MS, com informações da TV Morena

O comerciante teve a prisão preventiva decretada na semana passada. Amilton Ferreira de Almeida, advogado de Fabiano Otero, havia informado na sexta-feira (24), que o cliente pretendia se apresentar e que havia possibilidade de delação premiada.

Segundo a polícia, a delação premiada depende de Fabiano Otero entregar o nome e provas de uma terceira adolescente envolvida.

Extorsão e exploração
De acordo com informações já apuradas pela polícia, também são suspeitos de envolvimento no esquema de extorsão e exploração sexual o ex-vereador em Campo Grande Robson Martins e o empresário Luciano Pageu.

Martins e Pageu foram presos no dia 16, em flagrante, quando recebiam dinheiro do vereador na capital sul-mato-grossense Alceu Bueno (PSL). A defesa deles diz que eles apenas ajudavam Bueno a se livrar da extorsão.

Os dois e o ex-deputado Sérgio Assis foram indiciados por exploração sexual de menores. Os advogados negam envolvimento no caso.

O caso
Locais públicos de Campo Grande eram os pontos de encontros entre adolescentes e políticos, suspeitos de envolvimento em exploração sexual, segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Lauretto disse que depois do primeiro momento com as adolescentes, eles seguiam para motéis. As meninas gravavam os encontros em câmeras escondidas em chaveiros.

As cópias das gravações foram entregues ao Ministério Público do Estado (MPE). O relatório final do inquérito será entregue para que a promotoria decida se irá apresentar a denúncia à Justiça.

Confira também

Agentes da PRF interceptam carga de maconha

Uma carreta com mais de 9,5 toneladas de maconha foi apreendida nesta segunda-feira (25), no …