Prefeito de Bonito lança projeto ambiental no Distrito de Águas do Miranda

Com a presença de mais de 70 pessoas, o prefeito Leleco Brito (PTdoB) lançou oficialmente o projeto “Pescando Saúde nas Águas do Rio Miranda”, no distrito de Águas do Miranda em Bonito. O evento foi realizado na comunidade, na terça-feira (31) e contou com a presença do secretário de meio ambiente, Fabrício de Souza, secretária de assistência social, Lourdes Schwind, além de representantes da Funasa/MS (Fundação Nacional da Saúde).

Desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente, o projeto “Pescando Saúde nas Águas do Rio Miranda” tem como objetivo promover ações educativas com foco na gestão integrada dos resíduos sólidos, para melhorar a saúde pública e a qualidade ambiental das comunidades ribeirinhas e quilombolas do Distrito Águas do Miranda e Pesqueiro do Noé, localizados no município de Bonito.

Para o prefeito Leleco, finalmente a comunidade do Distrito de Águas do Miranda está recebendo a atenção que merece, com a implantação de novos e ambiciosos projetos. “Quero agradecer a presença de todos neste dia especial, de vários professores da nossa primeira Escola de Tempo Integral, que estou vendo entre os presentes. Quero agradecer ao pessoal da secretaria de meio ambiente, da assistência social, que também realizou ações hoje aqui no Águas do Miranda, e parabenizar pela iniciativa desse projeto. Nós sempre almejamos uma presença mais forte das nossas equipes no distrito e hoje eu vejo que isso está se tornando realidade”, afirmou Brito.

Leleco também lembrou que a primeira escola de tempo integral do município está localizada no Distrito de Águas do Miranda e que no local também estão em desenvolvimento projetos relacionados ao meio ambiente. “São projetos que combinam totalmente e que podem melhorar não só a saúde e o meio ambiente do Distrito, como também gerar renda para as famílias. Na escola, agora haverá aulas de fabricação de sabão, então é uma forma de gerar renda para esses jovens”, explica.

As comunidades do Distrito de Águas do Miranda estão localizadas em uma área de sensibilidade ambiental, pela proximidade com o Rio Miranda. Logo, em períodos de chuva ou enchente os resíduos depositados de forma inadequada são carreados em grande quantidade para dentro do rio, tornam-se uma perigosa fonte de poluição e/ou contaminação do meio ambiente. Outro agravante, é que estes resíduos depositados em locais não adequados geram odor desagradável, constituindo-se em um problema de ordem estética, mas principalmente numa séria ameaça a saúde pública, com a transmissão de doenças por macro e microvetores que habitam o lixo.

Assim, este projeto visa assegurar que o serviço público possa atender as comunidades conforme normas do plano de gestão integrada de resíduos sólidos, realizando as atividades de coleta, transbordo e transporte de forma eficiente e eficaz, bem como possibilitar a triagem para fins de reutilização ou reciclagem pela Associação Recicla Bonito.

O lixo será tratado, inclusive, por compostagem in loco, para melhorar a capacidade institucional e operacional para a gestão dos serviços através do esforço conjunto com as comunidades ribeirinhas, visando a melhoria da salubridade ambiental, à proteção dos recursos hídricos e à promoção da saúde ambiental. “Esse projeto vai somar e trazer muita coisa para o Distrito. Esperamos que vocês se apropriem desse projeto, avancem nele e tragam muita qualidade de vida para a comunidade, é um grande desafio, mas que eu tenho certeza que dará certo”, acredita o secretário de Meio Ambiente, Fabrício de Souza.

Representando a Superintendência Estadual da FUNASA em Mato Grosso do Sul (SUEST/MS), Aparecido Teixeira Gomes e o chefe do Departamento de Serviço de Saúde Ambiental da FUNASA, Antonio Carlos Vilharva também participaram do lançamento na terça-feira. Para Aparecido, o projeto tem como ponto positivo o trabalho desenvolvido pela secretaria de meio ambiente. “Estamos orgulhosos de fazer parte desse lançamento que é coordenado pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente. Como fiscal da Funasa, eu sei o quanto é importante para a saúde um projeto relacionado ao tratamento adequado do lixo”, frisou.

Para finalizar as comemorações, o Grupo Guaicuru, por meio do músico Maciel, realizou uma apresentação cultural para toda a comunidade.

Projeto

A primeira etapa do projeto “Pescando Saúde nas Águas do Rio Miranda” terá a promoção de cinco oficinas na comunidade. O objetivo é estimular o desenvolvimento da economia solidária, envolvendo a produção de artesanato e a venda para turistas da região. “Vamos incentivar a produção de artesanato utilizando o material oriundo de reciclagem, incentivando a criação de associações de artesãos e a venda desses produtos como souvenirs para lojas no Distrito de Águas do Miranda e Bonito”, afirma a bióloga e técnica da Secretaria de Meio Ambiente, Marilizi Duarte de Oliveira.

SERVIÇO: As inscrições para as oficinas foram realizadas durante o lançamento do projeto. Informações pelo telefone (67) 3255-3316 ou (67) 8469-9154 e pelo e-mail sema@bonito.ms.gov.br.

Confira também

Com participação de famosos, Feira Literária de Bonito será on-line

A sexta edição da Feira Literária de Bonito acontece nos dias 20, 21 e 22 …