Orquestra Sinfônica Municipal se apresenta nesta quinta, com entrada franca

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campo Grande apresenta nesta quinta-feira (30) um novo programa que contempla obras de mestres consagrados, nacionais e internacionais. O concerto acontecerá no Teatro Prosa – Sesc Horto, e terá entrada gratuita. A realização é da Fundação Municipal de Cultural (Fundac) e do Centro de Musica Municipal de Campo Grande.

Regida pelo Maestro Eduardo Martinelli, o evento desta quinta-feira apresentará pela primeira vez um programa composto por obras de OttorinoRespighi (italiano), Oscar Lorenzo Fernandes (brasileiro) e o Franz Anton Hoffmeister (alemão). “Estamos com uma grande expectativa, pois este programa é bem atrativo, com um colorido sonoro muito encantador e que vai agradar muito quem comparecer”, revela o Maestro.

Diferentemente de outras apresentações da orquestra, o concerto também terá uma composição maior, diferente das montadas no ano passado, mais baseada na família de cordas. Para esta apresentação, os instrumentos de sopro terão mais destaque, o que promoverá uma sonoridade bastante diferente. Outra novidade está na parte solística do programa, que terá o concerto de Hoffmeister para viola sinfônica e orquestra, peça obrigatória no repertório de grandes violistas. Quem interpreta é o jovem campo-grandense Brenner Rozales, uma promessa do estado para o segmento de músicos clássicos brasileiros. Em seu currículo, constam participações em diversos festivais e premiações em competições musicais.

Atualmente, Brenner está entre os convidados a realizar audição para integrar o quadro de profissionais da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, cujo ingresso lhe proporcionará contato frequente com os mais destacados profissionais da música clássica da atualidade. “O concerto de quinta-feira será minha primeira apresentação solo na viola sinfônica. É um momento especial, que vai me dar um grande impulso, segurança e confiança para seguir este rumo. Vai ser um momento muito emocionante em minha carreira”, afirma o músico.

Sobre o programa

A Suíte de Árias e Danças Antigas, do compositor romântico Respighi, foi inspirada em músicas renascentistas e mistura a atmosfera sonora de uma orquestra moderna às formas estruturais da renascença, a obra é dividida em quatro partes, cada uma representando uma característica de composição da época. A Suíte sinfônica de Oscar Lorenzo Fernandes, denominada Reisado do Pastoreio, possui cunho acentuadamente nacionalista, dentre seus três movimentos consta o famoso Batuque, executado por orquestras do mundo todo desde que o ilustre maestro italiano Arturo Toscanini a incluiu em seu repertório. O Batuque, pelo seu colorido, pelos ritmos repletos de sensualidade e originalidade, é considerado uma das mais envolventes e empolgantes páginas de obras sinfônicas brasileiras.

Serviço – Orquestra Sinfônica Municipal de Campo Grande. Nesta quinta-feira, 30, às 20h, no Teatro Sesc Horto (Rua Anhanduí, 200, Centro). Entrada gratuita.

Confira também

Sabesp escoa 60 bilhões de litros de água dos sistemas Guarapiranga e Billings

A volta das chuvas fez a Empresa Metropolitana de Água e Energia (Emae) e a …