Membros da CPI da Enersul/Energisa aprovam mais de 30 requerimentos e definem data para ir à Brasília

 

Na segunda reunião da CPI da Enersul/Energisa, realiza hoje (14/04) na Assembleia Legislativa, mais de 30 requerimentos foram apresentados e aprovados pelos deputados Paulo Corrêa, Beto Pereira e Pedro Kemp.

Dentre os requerimentos estão os de solicitação à Comissão de Valores Mobiliários de concessão de cópia do relatório integral da PricewaterhouseCoopers (PwC), à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) de cópia do relatório final da intervenção que aconteceu na Enersul entre agosto de 2012 e abril de 2014 e a anuência previa da Agência autorizando a compra da Enersul pela Energisa. À Enersul a CPI vai solicitar a relação dos nomes dos diretores e superintendentes que receberam gratificações no período investigado, além de relatório de todos os investimentos realizados pela empresa em MS. Outro requerimento apresentado foi o de quebra do sigilo bancário da Enersul no período investigado pela CPI, entre outros pedidos.

Agora, a primeira ação dos cinco membros da CPI da Enersul/Energisa será visitar a bancada federal para solicitar apoio para os trabalhos da Comissão. A reunião, definida hoje, ficou marcada para o próximo dia 22 de abril em Brasília. No mesmo dia o presidente da CPI deputado Paulo Corrêa afirmou que vai tentar agendar uma visita à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) para solicitar cópia do relatório da auditoria realizada pela PwC, além do relatório final da intervenção realizada na Enersul e demais requerimentos aprovados.

“Hoje apresentamos os requerimentos para ter acesso aos documentos. Primeiro queremos o relatório da PwC e o relatório da intervenção e, posteriormente, o relatório da CVM, que nós só temos 24 páginas. Na sequência vamos solicitar informações das juntas comerciais de São Paulo, de Mato Grosso do Sul, todas as informações a respeito dos sócios na Justiça Federal, na Justiça Estadual e muitas outras informações importantes. Com isso, iniciamos efetivamente os trabalhos e vamos agilizar esses requerimentos para que possamos assiná-los e entregar-los à bancada federal e ao diretor da ANEEL no próximo dia 22”, disse Paulo Corrêa.

Os requerimentos serão encaminhados para a Agepan, Receita Federal, Ministério Público Federal, Comissão de Valores Mobiliários, ANEEL, juntas comerciais de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Polícia Federal, Enersul, Assembleia de Tocantins, Justiça de MS, Banco Central, PwC, Bic Banco e Banco Daycoval.

A próxima reunião da CPI da Enersul/Energisa deve acontecer no dia 28 de abril, às 16h, no Plenarinho da Casa de Leis.

Confira também

Veículos com placa final 0 tem até dia 31 de outubro para quitar licenciamento

Outubro é o ultimo mês do calendário de licenciamento para o exercício 2021. Os proprietários de …