Câmara institui Comissão de Ética para apurar possível falta de decoro parlamentar

A Câmara Municipal de Campo Grande (MS), através de ato da Mesa Diretora, vai criar na próxima Sessão Ordinária uma Comissão de Ética para apurar a possível falta de decoro parlamentar do vereador Alceu Padilha Bueno, do PSL, conforme informações oficiais que devem ser liberadas nesta quarta-feira (22) pelo delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da DEPCA (Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente).

“Temos acompanhado na imprensa toda a repercussão do caso e não podemos ficar parados diante de uma situação como essa. Se confirmada a veracidade dos fatos é inadmissível que não tomemos uma atitude”, afirma o vereador Mario Cesar, presidente da Casa de Leis.

Segundo o vereador, após o ato será realizado sorteio para definição dos membros da comissão, que vai ser responsável por apurar e, caso se comprove a falta de decoro, deliberar as consequências ao mandato do parlamentar Alceu Bueno.

Conforme determina o Regimento Interno da Câmara Municipal, as medidas disciplinares podem chegar até a perda de mandato.

Confira também

Com chapa única, Assomasul elege nova diretoria na próxima semana

Chapa única encabeçada pelo prefeito de Nioaque disputará a presidência da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso …