Briga de Bernal em Campo Grande favoreceu indústria pornográfica

Sem querer, o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), contribuiu para o lucro de sites de conteúdo pornográfico. Isso porque uma ação judicial do ex-prefeito, que levou à detenção  um dos diretores do Google, durante a campanha eleitoral de 2012, acabou facilitando a briga contra a pirataria de conteúdo pornográfico na internet brasileira.

A informação é de um dos diretores de uma produtora de conteúdos pornográficos, Fábio Dias. Em entrevista ao site UOL, ele falou do lucro gerado para sites de conteúdo pornográfico após ação judicial impetrada por Bernal durante a campanha em 2012.

A ação de Bernal, solicitando retirada de críticas do Google, fez a Polícia Federal deter o diretor-geral do Google Brasil, Fábio Coelho, e acabou mudando a política de privacidade deste tipo de conteúdo na internet brasileira. Segundo Fábio Dias, antes os empresários enviavam link solicitando a retirada, mas nada acontecia. Após o episódio, eles conseguiram ter controle do conteúdo privado.

Fábio Dias refere-se ao DMCA, conjunto de regras e leis sancionada nos Estados Unidos em 1998 para ampliar a proteção de direitos autorais na internet. Lá nos Estados Unidos o recurso começou a ser levado mais a sério após uma briga envolvendo a Megaupload, que representou perdas milionárias aos donos da copyright.

A briga fez sites conhecidos na indústria pornográfica, como Pornhub e o XVideos, entraram em um acordo para incluir um formulário de DMCA autorizando  a notificação e retirada dos mecanismos de busca do Google de conteúdos publicados sem autorização.

No Brasil os sites começaram a conseguir o bloqueio das contas após a ação de Bernal. Na época o ex-prefeito de Campo Grande entrou com recurso pedindo a retirada de conteúdo que o apontavam como incentivador de aborto, além de relação com crimes de embriaguez, lesão corporal contra menor, enriquecimento ilícito e preconceito contra os mais pobres. A prisão foi decretada pelo juiz Amaury da Silva Kuklinski, do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul.

fONTE MIDIAMAX

Confira também

CNH MS Social: programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa

O Projeto de Lei 297/2021, que institui o programa estadual CNH MS Social, já tramita …