Brasil conquista dois ouros no sul-americano juvenil de nado sincronizado

As meninas brasileiras do nado sincronizado conquistaram, nesta quarta-feira (22.04), duas medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano Juvenil de Desportos Aquáticos, realizado em Lima, no Peru. Com atletas de 13 a 15 anos, a prova solo juvenil abriu o dia de competições. A brasileira Laura Miccuci garantiu o primeiro título, ao somar 70.900 pontos. Depois foi a vez do dueto júnior (16 a 18 anos), em que a dupla do Brasil, Mariana Tucker e Sofia Pinheiro, com 73.766, também saiu vitoriosa. Na quinta-feira (23.04) serão disputas as provas de equipes e combo, em ambas as categorias, a partir das 13h, horário de Brasília.

Na sexta-feira (24.04), se apresentar, ao som de “Crazy”, da banda norte-americana de rock Aerosmith, Laura Miccuci, que venceu o nervosismo e garantiu a primeira medalha de ouro brasileiro no nado sincronizado. Cardona Londono, da Colômbia (68.200), ficou com a prata e Anastasia Roque, da Venezuela (66.000), com o bronze.

“Eu me senti muito forte ao cair na água. Muito mais do que nos treinos. Consegui relaxar e deu tudo certo. A seleção é muito unida e sabemos que temos condições de fazer boas apresentações e buscar mais medalhas”, comentou Miccuci, que ainda vai competir na equipe e no dueto da seleção juvenil.

A atleta, que completou 15 anos nesta terça-feira (21.04), comentou a influência que sua irmã, Maria Eduarda Miccuci, atleta da equipe e do dueto da seleção principal, tem em sua carreira. “A minha irmã me apoia muito. Ela me dá conselhos e dicas. Sei que ela vai ficar muito feliz com o meu resultado. Com certeza isto vai animar ela ainda mais a continuar competindo bem. Tenho muito orgulho dela”, completou.

Na prova do júnior, Mariana Tucker e Sofia Pinheiro, dueto brasileiro, apresentaram a rotina com o tema Rock, encantaram o público e conquistaram o segundo ouro brasileiro na competição. O pódio teve a dupla da Colômbia, com 71.500 pontos, em segundo e as venezuelanas, com 68.866, na terceira posição. “Sentimos uma energia muito boa vinda da torcida e isso, com certeza, ajudou muito na nossa apresentação. Conseguimos fazer uma boa nadada e agora temos mais vontade ainda de continuar vencendo”, comentou Sofia Pinheiros.

Confira também

Análise: Inter supera susto, fica a um ponto da liderança e dá peso de final para jogo com São Paulo

A sexta vitória seguida do Inter no Brasileirão – novo recorde do técnico Abel Braga …