Zanetti encara primeiros desafios internacionais de 2015

A maratona de provas internacionais começou para o ginasta Arthur Zanetti. Na Alemanha, o brasileira disputa, juntamente com a seleção brasileira, do 39º Turnier der Meister World Challenge Cup, em Cottbus. O campeão olímpico quer avaliar o rigor da arbitragem e a sua série de argolas na primeira competição de 2015, ano de Jogos Pan-Americanos e de Mundial de Ginástica, classificatório para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Além de ir à final e brigar por medalha nas argolas, Arthur também quer ganhar resistência e treinar a série no solo na competição. A qualificação será na quinta e sexta-feira e as finais sábado e domingo (19 a 22/3/2015). O atleta conta com apoio financeiro do programa Bolsa Pódio, do Ministério do Esporte.

“O objetivo nas argolas é pegar uma final e ver a nota que vou tirar. Quero verificar se a arbitragem adota os mesmos critérios do ano passado ou se está mais rígida ainda. Quero avaliar isso e também a minha série. E vou fazer solo para adquirir resistência e para treinar para as avaliações da seleção que terão durante o ano para a formação da equipe que vai ao Pan. E também, é claro, garantida a minha vaga na equipe do Pan e do Mundial, treinar para que eu possa ajudar o Brasil no solo”, afirmou Arthur.

O ginasta, que fará solo e argolas em Cottbus, embarcou para a Alemanha com os colegas de seleção Diego Hypólito (se apresentará no solo e nos saltos) e Péricles Silva (barras paralelas e cavalo com alças). Depois, os ginastas brasileiros seguem para a etapa de Doha, no Catar (de 25 a 27/3/2015).

Arthur disse que as competições de 2015 têm de ser encaradas com muita seriedade – num ano em que o Mundial de Glasgow, na Escócia, será classificatório para os Jogos Olímpicos todos os adversários vão medir forças desde o início, tentar se posicionar bem no cenário competitivo.

“Vou pensar como a gente sempre fez até agora, em fazer o melhor, sempre buscando o pódio nas argolas. A etapa de Cottbus vai estar forte, eu já vi a lista… com atletas medalhistas em Copas, finalistas em Mundiais. Vai ser uma etapa muito forte”, ressaltou Zanetti. O Mundial de Glasgow, na Escócia, será de 23 de outubro a 1 de novembro. Os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, em julho.

“Estamos indo para Cottbus para testar os primeiros dois meses e meio de treinos do ano e colocar ele em ritmo de competição”, comentou o técnico Marcos Goto, que trabalha com Arthur Zanetti na SERC/Agith/São Caetano e na seleção brasileira. “Nós tivemos um mês de férias para descansar de 2014, que foi bem pesado, e tivemos pouco tempo para se preparar para essas duas etapas. Estamos indo tranquilos, com as mesmas séries que montamos para o Mundial de Nanning/2014. O objetivo é pegar ritmo de competição”, acrescentou Marcos Goto.

O treinador também confirma que o objetivo do Arthur em competições é estar sempre no pódio. “Ele tem condições de brigar. Mas ainda não sabemos o que vamos encontrar lá fora. Temos a Copa do Mundo para avaliar os ginastas adversários e o Europeu – com o resultado do Europeu vamos ver quem é quem.”

Confira também

Lutadores de MS buscam medalhas no Nacional de Equipes de Jiu-Jitsu Desportivo

Pelo sétimo ano consecutivo, Mato Grosso do Sul marcará presença em um evento da Confederação …