Vice-governadora pede para que mulheres denunciem casos de violência

Campo Grande (MS) – Em companhia da primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, da gestora de Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja, e do secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, a vice-governadora e secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Rose Modesto, conclamou todas as mulheres para que denunciem os casos de violência sofridos por elas ou os que tenham conhecimento.

“Peço a vocês que utilizem os instrumentos de denúncia como o 180 e a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), para que os casos de violência não fiquem omissos. Às vezes a violência pode estar acontecendo com uma colega ao nosso lado e não podemos consentir que isso fique omisso”, disse.

A fala da vice-governadora se deu em continuidade da agenda do mês da mulher, na manhã desta segunda-feira (09) na Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) em uma roda de conversa com as servidoras.

Mês da Mulher – A ‘Roda de Conversa’ faz parte da agenda do mês da Mulher e tem o objetivo de promover o debate para prevenção e combate a qualquer tipo de violência. A roda vai percorrer, nesse mês, diversos órgãos para levar aos locais de trabalho dos servidores orientação para possível denúncia de agressores.

A subsecretária da Mulher continua com ações nesta semana e agenda completa pode ser conferida acessando o site www.sedhast.ms.gov.br.

Confira também

Procon: pesquisa do Dia de Finados mostra diferença de até 500% no preço dos produtos

Pesquisa do Dia de Finados realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) …