TVE e UEMS fazem parceria para programas de rádio e TV

O diretor-presidente da TV Educativa e Rádio 104 FM, jornalista Bosco Martins, discutiu nessa quinta-feira com os professores doutores Marlon Leal Rodrigues e Rosimar Regina Rodrigues de Oliveira, do Núcleo de Estudos em Análise do Discurso da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (NEAD-UEMS), a assinatura de acordo de cooperação para a edição de três programas, um de rádio e dois de televisão.

Os programas, com abordagens sobre o estudo científico da Linguagem, serão voltados a três públicos – acadêmicos, professores e leigos. A UEMS participa com o conteúdo pedagógico e linguistas e a TVE vai produzir, editar e veicular os programas, que terão periodicidade semanal.

“Acho que o projeto da UEMS é interessante e vai ao encontro ao perfil da TV Educativa, que é levar informação, prestar serviço e difundir conhecimentos”, diz o diretor presidente das emissoras do Estado, Bosco Martins.

O professor doutor Marlon Leal Rodrigues, autor do projeto de pesquisa e extensão, diz que a linguística é a parte do conhecimento mais fortemente debatida no mundo acadêmico e os programas propostos são inéditos. “Serão os primeiros programas sobre o tema em toda América Latina”, destaca Marlon Rodrigues. Segundo ele, a população vai conhecer, de forma mais popular, questões importantes das escolas do pensamento, escrita e linguagem, os sentidos das frases e das palavras no mundo da comunicação oral, figurativa e literal.

Segundo ele, o objetivo não é aprofundar nas divisões do estudo científico, mas fazer uma abordagem inteligível aos três públicos-alvo no âmbito da linguística teórica, histórica e regional, mostrando como as pessoas se comunicam com suas diferentes e particulares linguagens.

Marlon Rodrigues considera pertinente levar a público temas como diferenças e importâncias entre fala e escrita. “Há um mito de que a linguística é teórica e difícil, mas na verdade o que falta é a compreensão”.

Para o autor da proposta, a edição dos programas atenderá a demanda dos alunos, que compõem um dos públicos-alvo, “não apenas da área dos estudos da língua, mas também de outras áreas, como Educação, Psicologia, História, Jornalismo, Psicanálise, Filosofia, Economia, Fonoaudiologia e Administração, entre outras ciências… Em qualquer busca rápida na internet constata-se um número significativo para uma área que é desconhecida do grande público e estigmatizada dentro do seu espaço de atuação”.

PROPOSTA

A proposta de um programa de televisão semanal busca divulgar o conhecimento sobre a língua e no Estado atenderá acadêmicos de Letras e cursos de Pós-Graduação.

A UEMS possui sete cursos de Letras e três programas de Mestrados em Letras, dois em Campo Grande e um em Dourados. Ainda, nessa mesma região, quanto aos programas de pós-graduação, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) possui três programas em Três Lagoas e um em Campo Grande; a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) possui um programa de Mestrado em Letras.

O projeto também vai ao encontro da demanda dos professores de Língua Portuguesa e áreas de interesse, como ciências humanas, jornalismo e psicologia.

“Além disso, nossa perspectiva é abrir um diálogo com o leigo. Este diálogo representa a possibilidade, além da divulgação da Linguística – enquanto ciência da língua -, discutir mitos, preconceitos sobre língua e o que significa gramática, idioma, Linguística, linguagem, falares, certo, errado, etc. Essa possibilidade vem ao encontro de políticas públicas de divulgação científica como forma de socialização do acúmulo histórico do conhecimento nos mais diversos níveis sociais e espaços políticos, entre as próprias áreas, e com o leigo em geral que coloca à disposição não apenas o conteúdo do uma área do conhecimento, mas um conhecimento, talvez, que mais o caracteriza, a língua”.

Participaram ainda da reunião que definiu a parceria TVE-UEMS o jornalista Edmir Conceição, Gerente de TV e Produção, a jornalista Lú Bigatão, coordenadora de Produção, e César Roriz, coordenador técnico-operacional das emissoras do governo.

Confira também

CNH MS Social: programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa

O Projeto de Lei 297/2021, que institui o programa estadual CNH MS Social, já tramita …