Seleção brasileira de judô conquista três medalhas no Aberto de Santiago

A Seleção Brasileira de judô retorna ao Brasil do Aberto de Santiago, no Chile, disputado em 7 e 8 de março, com três medalhas conquistadas. Rafael Buzacarini (100kg) ficou com o ouro, Luiz Revite (66kg), com a prata, e Nathália Brígida (48kg) ganhou bronze. No quadro geral, o Brasil ficou em quarto lugar, atrás de Rússia, México e Bélgica.

Rafael Buzacarini estreou com ippon sobre o mexicano Hector Campos e chegou à decisão após vencer por yuko Jason Koster, da Nova Zelândia. Na final, o brasileiro superou o russo Adlan Bisultanov por três punições contra duas.

No sábado, a primeira a subir ao pódio foi Nathália Brígida. Ela estreou com derrota para Diana Cobos (Equador), mas se recuperou na repescagem, batendo a colombiana Viviana Gomez por ippon. Na disputa pelo bronze, Nathália conseguiu uma vantagem de um shido contra três da britânica Kimberley Renicks e ficou com a medalha.

Luiz Revite conseguiu chegar até a disputa pelo ouro depois de passar por Ruben Martin (Estados Unidos), Angel Hernandez (México) e Kamal Khan-Magomedov (Rússia), bronze no Mundial passado. Na final, ele oi batido por ippon pelo atual vice-campeão do mundo, o russo Mikhail Pulyaev.

Confira também

Análise: São Paulo volta a jogar no limite e revive momentos da pior fase na temporada

Quando o São Paulo viveu seu pior momento na temporada, com pressão devido às eliminações precoces no …