Prefeito assina contrato e garante Coxim no FAM TRIP 2015

Na sexta-feira (13), o prefeito Aluizio São José assinou o contrato com a agência organizadora responsável pela execução do projeto 1º FAM TRIP INTERNACIONAL EMAS/PANTANAL 2015 e garantiu a participação de Coxim no referido projeto, que consiste na realização de uma viagem de turismo de familiarização com nove agentes e operadores de turismo europeus especializados em vendas de pacotes de viagem para o Brasil, e que será executado de forma compartilhada com outros três municípios: Alcinópolis e Costa Rica, ambos em Mato Grosso do Sul, e Mineiros em Goiás.

O intuito do evento, segundo o gerente de turismo da Prefeitura de Coxim, o turismólogo Ariel Albrecht, “é justamente o de cativar e despertar maior interesse dos participantes para a efetiva comercialização de produtos e serviços turísticos na referida região, interligando atrativos de relevância mundial como o pantanal e o cerrado, neste caso os pantanais de Coxim, o Paiaguás e o Taquari, e o Parque Nacional das Emas, passando por unidades de conservação e sítios arqueológicos de Alcinópolis e Costa Rica também, fortalecendo o processo de regionalização do turismo, onde os equipamentos e atrativos de uma determinada região se fortalecem mutuamente, criando assim um polo turístico, uma espécie de arranjo produtivo regional pautado no turismo”.

De acordo com o diretor de turismo de Alcinópolis, e também presidente da Rota Norte, Edilson Cotonete, já há uma demanda significativa de grupos de estrangeiros que estão na fila para adentrarem nesse roteiro Cerrado/Pantanal, “bastando que, para que isso aconteça, esses roteiros sejam devidamente institucionalizados, consolidados”, frizou o diretor, “e a venda dos mesmos através de agentes e operadores internacionais de turismo legitimará isso”, finalizou Cotonete.

Segundo dados do Centro de Atendimento ao Turista de Coxim (CAT), cerca de apenas meio por cento da demanda turística da região é proveniente do exterior, entretanto o gasto médio do estrangeiro na cidade, por exemplo, é quase quatro vezes maior do que o do brasileiro, e com a disparidade cambial atual a tendência é de um aumento ainda maior nessa diferença.

Assim, segundo os atendentes do CAT, o foco principal continua sendo o turista brasileiro, começando pelos moradores das cidades vizinhas, e estendendo-se até os outros estados e regiões do país, mas é muito importante também que se dê o devido enfoque na demanda turística internacional para o fortalecimento e a diversificação da economia e dos produtos turísticos locais e regionais.

Já para o prefeito de Coxim, Aluizio São José, as recentes obras de pavimentação de rodovias na região aliadas ao apelo mercadológico que os termos PANTANAL e CERRADO já possuem é um atrativo diferenciado. “As obras de pavimentação diminuíram as distâncias entre municípios, potenciais e atrativos turísticos outrora isolados pelas dificuldades do acesso, hoje são grandes fatores motivadores de pessoas que decidem fazer turismo em nossa região, seja ele interno, doméstico ou internacional”.

Aluizio São José afirmou que a união de esforços em prol da regionalização do turismo, será um marco para que Coxim adentre e se consolide cada vez mais também como parte integrante de roteiros internacionais. “A vinda de estrangeiros para Coxim, será gerado emprego e renda para nossos comerciantes, rede hoteleira além do setor de alimentação, abastecimento, enfim, serão mais divisas para a municipalidade, e com certeza irá fortalecer significativamente as produções culturais abundantes existentes na cidade e na região”.

Também participaram da assinatura o professor da Escola Municipal Antônio Torquato da Silva em Jauru, Júlio Cesar, que participará da organização de boas vindas, na visita dos europeus ao Distrito e o chefe de gabinete Thiago Evaristo.

Confira também

Agepan será 1ª agência de regulação a aceitar Pix

Para oferecer agilidade e segurança a empresas e prestadores de serviços dos setores regulados, a …