Marun defende diminuição de Ministérios e é contra PMDB ocupar alguma pasta

O deputado federal Carlos Marun (PMDB/MS) defendeu nesta terça-feira (17), via rede social, a diminuição do número de Ministérios que compõem o Governo Federal.

Marun publicou foto do Jornal Folha de São Paulo de hoje que traz matéria intitulada: “Presidente prepara reforma ministerial para atrair PMDB”.

A matéria afirma que acuada pela crise política e pelos protestos de rua, a presidente Dilma Rousseff prepara uma reforma ministerial antes mesmo de completar três meses do seu segundo mandato a frente do Palácio do Planalto.

Aconselhada pelo ex-presidente Lula, com quem ela deve se reunir nesta terça, a “mexida” em áreas específicas do primeiro escalão terá como principal objetivo dar mais espaço ao PMDB e garantir o apoio do partido às medidas do ajuste fiscal (sic).

O parlamentar sul-mato-grossense disse que o partido deve estar aberto a discussão sobre essas medidas, no entanto, classificou como suicídio político assumir uma pasta ministerial. “Se em meio a esta crise o PMDB aceitar mais um Ministério estará cometendo suicídio político”, pontuou. Marun afirmou veementemente que é contra.

Além de ser contra o PMDB assumir qualquer Ministério neste momento, o deputado federal Carlos Marun defende a redução para 20 pastas. “Penso que é chegada a hora de o Brasil diminuir o número de Ministérios. Eu defendo no máximo 20, com consequente redução no número de Ministérios do PMDB. É isto que vou propor à Bancada em reunião que vai ser realizada na quinta-feira (19), sobre o atual momento político”, finalizou.

Confira também

Câmara de Jardim aprova por unanimidade aumento de repasse para UTIs do Hospital Marechal Rondon

Em sessão extraordinária presidida pelo vereador Glaucio Cabreira (PSDB), realizada na manhã desta quinta-feira (17), …