Governo resgata brasão oficial para valorizar história de Mato Grosso do Sul

A administração do Governo do Estado resgatou o uso do brasão oficial em respeito à Constituição e para valorizar a história de Mato Grosso do Sul. A explicação foi dada pelo governador Reinaldo Azambuja, ao ser questionado, em Três Lagoas, na sexta-feira (27), sobre a decisão de permitir aos alunos da rede estadual o uso do uniforme escolar fabricado na antiga gestão, na cor azul.

Reinaldo informou que as cores usadas pela atual gestão são as da bandeira de Mato Grosso do Sul e contou que o Governo usará também o brasão do Estado, em vez de um logotipo próprio. “Quanto à polêmica que eu sei que está estabelecida da questão de cores, as cores que vamos usar são as da bandeira do Estado: verde, azul e amarelo. Vamos também usar o brasão do Estado como a marca oficial do Governo. Não temos uma marca própria da nossa administração. A marca é o Estado de Mato Grosso do Sul e o brasão do Estado que está na Constituição”, disse.

O logotipo do Governo de Mato Grosso do Sul tem, como elemento principal, o brasão do Estado. Para o subsecretário de Comunicação, Rodrigo Mendes, o resgate do brasão valoriza o sul-mato-grossense e evita desperdício de dinheiro público. Ele reafirmou que a escolha das cores não foi ao acaso. “Acompanhando o brasão, usamos as palavras Governo do Estado, sobre um fundo verde, traduzindo a importância que deve ser conferida ao meio ambiente”, contou.

O brasão traz referência à fauna e flora sul-mato-grossense, assim como à produção agropecuária, ainda hoje uma das maiores forças econômicas do Estado.

Confira também

MS já soma 127 notificações de dengue em 2021

O SES (Secretaria Estadual de Saúde) divulgou, nesta quarta-feira (13), o primeiro boletim epidemiológico de …