Caravana da Saúde realizará mais de 18 mil cirurgias em um ano

Campo Grande (MS) – Com a premissa de realizar mais de 18 mil cirurgias eletivas e diminuir a demanda acumulada de exames e consultas em todo Estado, o governador Reinaldo Azambuja lançou na tarde desta segunda-feira (16), em Campo Grande, o programa Caravana da Saúde. A iniciativa tem como objetivo atender as principais demandas acumuladas e reestruturar os serviços de saúde das 11 microrregiões de Mato Grosso do Sul (Coxim, Aquidauana, Campo Grande, Coxim, Jardim, Corumbá, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Paranaíba e Três Lagoas) atingindo os 79 municípios do estado.

Durante a solenidade o governador Reinaldo Azambuja apresentou os cronogramas e serviços que serão realizados durante as visitas mensais da Caravana e destacou o empenho do Governo do Estado em levar atendimentos para as regiões que estão com filas engessadas e reestruturar a saúde para que as demandas não fiquem acumuladas.

“Nosso objetivo é atender as demandas de filas acumuladas em um prazo de um ano procurando zerá-la e somando-se à realização de exames e consultas também acumulados. Com isso, conseguiremos diminuir o número de encaminhamentos para a Capital, que acaba absorvendo grande parte desta demanda”, disse o governador. Ainda segundo Reinaldo os trabalhos da Caravana não se limitarão a apenas no dia do evento, mas também nas ações deixadas para os municípios para que os serviços sejam mantidos evitando o surgimento de novas filas.

“Cada edição da Caravana ficará o tempo necessário para que a demanda de cada região seja diminuída. A exemplo de Coxim, primeiro local de visita, a Caravana não se limitará apenas à realização de cirurgias eletivas, mas também reestruturaremos os seus serviços através de novos equipamentos, como o tomógrafo e o mamógrafo que ficarão na cidade após a chegada da Caravana para atendimento permanente”, acrescentou Reinaldo.

Primeira visita

A Caravana da Saúde faz a sua primeira edição no município de Coxim, no dia 29 de março, onde serão disponibilizados atendimentos para mais cinco municípios: Alcinópolis, Pedro Gomes, Rio Verde e Sonora. O programa levará até os municípios uma estrutura de 14 veículos, sendo quatro carretas específicas para atendimentos e cirurgias oftalmológicas e mais dez veículos de apoio de instituições parceiras, tais como: Hospital do Câncer Alfredo Abraão, SESC, SESI e Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Para o secretário de estado de saúde Nelson Barbosa Tavares, a Caravana resgata o papel do Estado, aproximando o atendimento ao cidadão de cada região visitada e se firmando como grande parceiro dos municípios na administração da saúde.

“A regionalização da saúde é o foco dos nossos trabalhos. É um trabalho de reunião entre estado e município para que seja apurada a real demanda de uma região. O resultado disso é garantir a realização de todo o passivo cirúrgico que existe no Estado, reestruturar e ampliar as condições de atendimento dos municípios. O governo do estado está colocando em prática o que prometeu desde o início de sua gestão e concretizando através de parcerias e com recursos próprios a ampliação da qualidade dos serviços de saúde em Mato Grosso do Sul”, disse o secretário.

Os trabalhos da Caravana da Saúde integram a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) com especialidades oferecidas em: Ortopedia, Cirurgia Geral, Oftalmologia, Urologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia Ginecológica.

Também farão parte do cronograma: consultas odontológicas, tomografia computadorizada, raio-x, mamografia, além de exames para aferição da pressão arterial, glicemia, HIV, capacitação, palestras e gincanas. Na área de infraestrutura estão previstas reformas, ampliações e adequações da rede físicas, além da entrega de equipamentos.

Confira também

Empresa investigada vence licitação de R$ 18,7 mi

A Dighito Brasil venceu licitação aberta pela Governo de Mato Grosso do Sul, pelo valor de R$ …