Câmara de Vereadores derruba processo de cassação contra prefeito de Bonito

A votação do pedido de cassação do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito (PTdoB), realizada na noite de ontem (3), terminou com a vitória do executivo. Ao todo foram sete votos contrários ao pedido e apenas quatro a favor da investigação e do afastamento do prefeito. Protocolado pelo vereador Pedrinho da Marambaia, a ação acusava a gestão de improbidade administrativa por descumprir o orçamento municipal.

Para o presidente da Câmara Municipal de Bonito, Amir Peres Trindade, mais conhecido como João Ligeiro, os vereadores exerceram a democracia com a decisão. “Os vereadores exerceram o seu direito ao voto, eu votei contra também porque acredito que não houve prejuízo aos cofres públicos. Foi um erro cometido pela equipe e não pelo prefeito, quero inclusive parabeniza-lo por admitir o erro e fazer a correção, demonstrando que não agiu de má fé”, afirmou o vereador, após a sessão.

Segundo João Ligeiro, alguns vereadores agiram por motivos pessoais. “Alguns vereadores tiveram outra posição, levaram para o lado pessoal, mas o resultado 7×4 demonstra o que a maioria acredita. Foi tranquila a sessão, todos exerceram seu direito e agora é tocar o barco para frente”, frisou.

O prefeito do município, Leleco Brito comemorou a decisão. “Mostra que a administração não tem nenhuma irregularidade. Não temos nada a esconder dos vereadores e da população, estamos trabalhando por uma cidade melhor para os bonitenses, estamos cumprindo nossas metas de governo, melhorando a educação, a saúde, fomentando o turismo e a cultura. Crescemos muito em dois anos e vamos continuar crescendo em 2015. A câmara compreendeu que a administração trabalha com seriedade e respeito à população”, disse Leleco.

Confira também

Dia do Refugiado: 785 estrangeiros já foram acolhidos durante a pandemia em Campo Grande

Para lembrar a todos da existência desses milhões de pessoas ao redor do mundo que …