Azambuja enviará projeto de lei para beneficiar as mulheres no Estado

Campo Grande (MS) – Gestores de Políticas Públicas para Mulher de todo o Estado participaram, nesta segunda-feira, de um encontro no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo (antigo Palácio Popular da Cultura), em Campo Grande, para a abertura do Mês da Mulher. O evento contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja e da primeira-dama Fátima Azambuja; da vice-governadora e secretária Direitos Humanos, Trabalho e Assistência Social (Sedhast), Rose Modesto, e da gestora estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, além gestores da pasta de todo o Estado e representantes do Legislativo e Judiciário.

Reinaldo Azambuja antecipou no evento que deve enviar nos próximos dias projeto de lei para a Assembleia que atenda também à demanda das mulheres no Estado. “Vamos encaminhar ao Legislativo nos próximos dias Projeto de Lei de Incentivos Fiscais e a novidade agora é que para receber o benefício vai ter de criar também a empresa amiga da mulher”, anunciou o chefe do Executivo estadual.

A vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto, ressaltou que a pasta vai receber tratamento merecido neste governo. “Não será mais como política assistencialista, mas de importância de Direitos Humanos. Este é um avanço a ser trazido neste governo”, disse.

A Casa da Mulher Brasileira, no Jardim Imá, em Campo Grande, foi citada pela primeira-dama, Fátima Azambuja. Inaugurada no mês de fevereiro, a Casa conta com a Delegacia 24 Horas de Atendimento às Mulheres, vítimas de violência. “Esta foi uma promessa de campanha já cumprida pelo nosso governador. Agora, vamos trabalhar para que isso aconteça também no interior, a começar pela fronteira”, destacou a primeira-dama.

Tomaram posse no evento, novos membros do Fórum Estadual de Enfrentamento à Violência contra Mulheres do Campo e Floresta e da Câmara Técnica Estadual para o Pacto de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres.

Mês da Mulher

Ao longo do mês serão desenvolvidas uma série de atividades por conta do Dia das Mulheres. Entre elas, haverá programação na Unidade Educacional de Internação (Unei) feminina; no Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi, diversas Rodas de Conversa com grupos de mulheres, reuniões em municípios do interior, entre outras.

Confira também

CNH MS Social: programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa

O Projeto de Lei 297/2021, que institui o programa estadual CNH MS Social, já tramita …