Após sequestro e roubo, golfista australiano mostra marcas no rosto

O golfista Robert Allenby passou momentos de medo no último sábado. Segundo noticiado pelo ”Golf Channel”, o australiano alegou ter sobrevivido a um ”calvário” após ser raptado de um bar no Havaí, onde estava após a disputa de um torneio. O atleta quatro vezes vencedor do PGA Tour afirmou em entrevista à ”Associated Press” que o incidente ocorreu após ele pagar a conta e se separar, rapidamente, de um amigo que lhe fazia companhia.

– Ele foi ao banheiro e a última coisa que lembro estava sendo despejado em um parque a quilômetros de distância – disse o atleta, que apareceu em uma foto divulgada nas redes sociais com marcas de ferimentos no rosto.

Ainda de acordo com o relato do golfista, uma moradora de rua o encontrou e disse que viu alguns rapazes o jogarem para fora de um carro. Ele teve o rosto machucado. Aos 43 anos, Allenby também afirma que acredita ter sido drogado pelos suspeitos antes de ser levado e colocado em um porta-malas. Seu pertences foram roubados.

– Não achei que fosse sobreviver. Eu não ligo para o dinheiro, meus cartões nem nada disso. Só estou feliz de ter sobrevivido – disse o golfista.

De acordo com a imprensa internacional, o golfista australiano está ajudando a polícia local e o FBI nas investigações do caso. Ele mesmo disse que as autoridades já estão trilhando o caminho para buscar os culpados.

– Temos alguns nomes e números e eles têm pistas. Por isso, estou confiante de que vão pegar os caras – finalizou.

 

Confira também

Análise: Inter supera susto, fica a um ponto da liderança e dá peso de final para jogo com São Paulo

A sexta vitória seguida do Inter no Brasileirão – novo recorde do técnico Abel Braga …